Como colocar idiomas no CV
Escrevendo o currículo

Como valorizar os idiomas no currículo?

Chegado é o momento de escrever que idiomas dominas no teu currículo. É importante não esquecer de colocar os idiomas no teu curriculum vitae, porque mesmo que envies o teu CV para uma empresa nacional, a candidatura obriga certamente a teres domínio de uma língua estrangeira, como o inglês.

Se estudaste no estrangeiro, como no Reino Unido ou nos Estados Unidos da América deverás refiro-lo imediatamente no teu currículo. Mas muitas vezes este não é o caso de todos os candidatos. Queres aprender a não ter medo da expressão “Imprescindível nível alto de inglês” nas ofertas de emprego? Então descobre como valorizar os idiomas no currículo neste artigo.

Descobre como valorizar idiomas no CV

vandame || Shutterstock

Como obter certificados de idiomas para CV

Sem mais demoras revelamos que para valorizar os idiomas no curriculum vitae deverás mostrar um certificado oficial de língua. Isto acontece sobretudo em empresas internacionais, mas hoje em dia, começa a ser competência de prestígio entre os requisitos de candidatura para emprego numa empresa nacional.

Segundo muitos especialistas, o facto de dominar uma língua é uma condição imprescindível no momento que nos perguntamos como fazer um currículo. Desta forma deverás ter em atenção os vários formatos de currículo que disponibilizados entre os nossos templates para descarga. Podem tornar-se uma ajuda preciosa para valorizares o teu nível de língua!

Aliás, um idioma pode ser uma qualidade ou mesmo uma das competências no currículo que configura um candidato melhor do que outro. Ou seja, o conhecimento de línguas aumenta a própria competitividade na conquista de um emprego.

Já agora sabes mesmo quais os idiomas favoritos dos recrutadores? Entre eles contam-se o francês, o espanhol, o alemão e obviamente o inglês e o mandarim,sendo ambos sobretudo recorrentes no setor comercial. Assim, se queres concorrer a um emprego no estrangeiro ou se queres um reconhecimento oficial do teu nível de língua, aqui apresentamos as formas para valorizar os idiomas no currículo e tornar a tua vida de candidato mais simples.

Inglês é um requisito nas ofertas de emprego

Uma das formas de valorizar os idiomas no CV, neste caso o inglês é demonstrar que tens certificados de inglês reconhecidos a uma escala internacional como o TOEFL (Test of English as a Foreign Language), de origem norte-americana e o IELTS (International English Language Testing System) de origem britânica e australiana. Em ambos os casos não se é aprovado ou reprovado, mas sim conhecemos qual o nosso nível de inglês e se o mesmo é coincidente com o nível pedido na oferta de trabalho.

Os certificados da Cambridge School são igualmente reconhecidos por várias empresas. Os níveis variam entre o A2 e o C2.

Como obter um certificado de línguas

Francês e alemão são idiomas alternativos no CV

Pode ser o inglês o idioma que mais vezes se repete nos requisitos das ofertas de emprego. Mesmo assim, outras línguas como o francês e o alemão têm-se tornado idiomas bastante valorizados pelos recrutadores no curriculum vitae. Isto acontece, por exemplo, porque o francês está presente no ensino obrigatório português.

O Ministério de Educação Francês apresenta dois testes oficiais, o DELF e o DALF através do Centre international d’études pédagogiques (CIEP). O Diplôme d’études en langue française (DELF) corresponde aos níveis básicos e intermédios, ou seja entre o A1 e o B2, enquanto que o Diplôme approfondi de langue française (DALF) faz referência às competências mais avançadas, o C1 e o C2. Os mesmos certificados poderão ser obtidos junto do Institut Français ou da Alliance Française.

Quanto ao alemão poderá adquirir um determinado nível mediante um teste criado pela Sociedade para a Preparação de Estudos Académicos (Gesellschaft für Akademische Studienvorbereitung und Testentwicklung), sendo uma delas o Instituto Goethe.

Colocar o certificado de idiomas no currículo é um pequeno passo para ti, um grande passo para os recrutadores saberem quem irão escolher entre os candidatos. Faz com que olhem para ti e destaca os teus idiomas.

Dispões de outros idiomas que não mencionámos neste artigo? Junta sempre o documento oficial que o certifica ou refere o teu nível mediante o Quadro Comum Europeu de Referência para as Línguas: Aprendizagem, Ensino, Avaliação​ (QCER)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *