Espaços em branco no curriculum vitae
Escrevendo o currículo

Como desimular os espaços em branco no CV?

Muitas vezes acontece que ficaste sem trabalhar durante um longo período de tempo, e não sabes como desimular esse vazio no currículo para que os recrutadores não se apercebam quando lerem o documento.

Com a crise que afetou Portugal nos últimos anos, o panorama laboral mudou bastante. Muitos foram despedidos e dispensados das suas empresas que consideravam a segunda casa.

Além disso, se antes os jovens saíam das universidades e rapidamente encontravam emprego, hoje em dia passam de estágio em estágio e ficam muitos anos sem conseguir incorporar-se no mercado de trabalho. Outros profissionais não têm tido sorte, por muito que tenham carreira profissional bem delineada e dominem idiomas estrangeiros.

Queres então descobrir como desimular os espaços em branco no CV? Segue as dicas que te damos neste artigo e prometemos que terás bastante êxito entre os recrutadores.

Contornar espaços em branco no CV

Tero Vesalainen || Shutterstock

Como contornar lacunas no currículo

Hoje em dia a procura de trabalho é um autêntico pesadelo e deixa muitos desesperados! E os espaços em branco no currículo pode ter um efeito negativo na hora dos recrutadores decidirem contratar alguém.

Ao mesmo tempo, os espaços em branco podem ser uma forma de mostrares que te dedicaste a uma paixão pessoal. Podes perceber os desafios do que é ir escrevendo um currículo, mediante a consulta dos templates da nossa loja online. São várias as opções de escolha!

Procura encontrar o equilíbrio entre os teus interesses e aquilo que consideras ser ágil de conquistar os recrutadores no teu currículo, com a ajuda dos pontos em baixo.

1. Sê honesto no teu CV

Muitas vezes acontece que segues a ideia popular de que não te irão contratar porque tens espaços vazios. Esquece isso se não queres mentir no teu currículo. Na verdade, podes querer ser honesto e mostrar que durante dois anos, por exemplo, estiveste sem trabalho. Mesmo que alguns recrutadores sigam pensando que os espaços brancos são censuráveis ao profissional, podem mudar os seus critérios quando vejam o teu currículo.

Outros recrutadores olharão imediamente para ti como alguém confiante que admite uma realidade que tentou combater. Ademais, se perceberem em ti vontade de trabalhar podem recompensar-te com o posto para o qual concorreste.

Durante a entrevista de trabalho mantém-te firme para contestar com tranquilidade às perguntas colocadas. Diz o que passou, se começaste a estudar, se estiveste doente ou se alguém da tua família precisou dos teus cuidados. Não tenhas medo, mas diz algo coerente.

2. Foste despedido? E agora?

Ser despedido pode não ser apenas uma consequência de ser mau trabalhador. Muitas pessoas são despedidas injustamente todos os dias, em consequência da falência de muitas empresas, e existem ainda outras razões para ser colocado fora da empresa.

Em primeiro lugar, não te preocupes com despedimentos no teu curriculum vitae. Posto isto, como fazer um currículo, caso tenhas sido despedido, depende da importância que dás a esse emprego e o quanto é relevante, ou não, para procura de um novo. Por exemplo, se ocupaste o posto por apenas semanas não é necessário referi-lo no teu CV. Está consciente que podem perguntar-te sobre este facto na entrevista de emprego.

Como apoio podes indicar referências no currículo, ou seja, nomes de pessoas que sustentam e transparecerão o teu desempenho nas suas empresas.

Cursos online nas lacunas do CV

Rawpixel.com || Shutterstock

3. Os melhores acumulam conhecimentos!

Ficar sem emprego e ficar com um espaços em branco no currículo não é um impedimento para que fiques realmente sem fazer nada. É importante ir atualizando o teu currículo com os novos conhecimentos.

Uma forma de fazê-lo, por exemplo, é estar atento às novas tecnologias e  melhorando competências, com destaque para áreas bastante competitivas nos dias de hoje como o marketing digital e o domínio das ferramentas da Google. Podes também incluir cursos online no currículo, que reforçam a tua formação.

Põe em prática as outras habilidades aprendidas na tua experiência profissional prévia. Faz com que os espaços em branco do teu currículo joguem em teu favor.

4. STOP! É hora de tirar a carta de condução!

Mesmo que nem sempre seja um dado muito interessante para determinadas empresas, existem outras que tomam a carta de condução como requisito obrigatório no CV. Tal acontece quando a empresa necessita de profissionais que realizem várias deslocações durante o seu horário de serviço.

Desta forma, se não estás no mercado de trabalho para iniciar ou concluir a carta de condução deverás justificá-lo no teu currículo. Caso seja relevante, podes colocar datas, porque influenciam a decisão da equipa de recursos humanos da empresa.

2. Preenche os espaços em branco

Depois de revisares o teu currículo e veres que existem espaços em branco podes tentar dar um nome a cada um dos períodos em que estiveste sem emprego. Se paraste de trabalhar para reforçar a formação académica indica-a no espaço em branco. Preenche os espaços em branco justificando-os com uma ou outra das seguintes situações.

  • Nascimento e cuidado dos filhos
  • Cuidado de familiares ou pai idosos
  • Férias e viagens longas
  • Regresso aos estudos
  • Baixa médica relacionada com problemas de saúde
  • Voluntariado ou trabalhos de caridade
  • Prestação de serviços e trabalho independente
  • Dedicação a um hobby

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *